Orientações Gerais

Tratamento Clínico e Cirúrgico

A primeira opção para o se livrar do excesso de peso é o chamado tratamento clínico, que inclui dieta, exercícios, medicação e acompanhamento do endocrinologista e do nutricionista. Também podem fazer parte da equipe um fisioterapeuta e um psicólogo. O objetivo é trocar o cenário composto por sedentarismo e má alimentação por outro que contemple atividade física e dieta balanceada. Sabe-se, contudo, que os mecanismos que levam ao acúmulo de gordura não são fáceis de serem combatidos, por isso é tão comum ver pessoas que tentam diversos tratamentos e não conseguem perder peso suficiente ou voltam a engordar depois de algum tempo.

Nos casos em que a obesidade traz prejuízos à saúde e o tratamento clínico se mostra ineficaz, o tratamento cirúrgico deve ser considerado. O método é conhecido popularmente como “redução de estômago”, mas vai muito além. Existem várias técnicas seguras disponíveis hoje no Brasil e cabe ao médico apresentá-las ao paciente e recomendar a mais apropriada para cada caso. Os requisitos para a cirurgia da obesidade vigentes hoje no País são:

– pacientes com IMC acima de 35 (obesidade moderada) que apresentem pelo menos uma doença associada;
– pacientes com IMC acima de 40 (obesidade severa), independentemente da presença de outras doenças.

Os dois casos entram na classificação de “obesidade mórbida”, que significa que a saúde do paciente está correndo riscos devido ao excesso de peso, com a possibilidade de aparição de doenças graves.

Como chegar

Avenida Iguaçu, 1236 – Centro – Curitiba
De segunda a sexta-feira das 08:00 as 18:00.


  • Assine nossa Newsletter

  • Avenida Iguaçu, 1236 – Curitiba – (41) 3259.6619. Horário de atendimento: segunda a sexta-feira das 08:00 as 18:00.  Explay

    Diretor Técnico : Dr. Gustavo Rodrigues Alves Castro - CRM 22726/PR